Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
AMOR OU PAIXÃO? | Maçãs de Ouro

AMOR OU PAIXÃO?

AMOR

OU PAIXÃO?

Conhecer a diferença entre estes dois sentimentos nos ajuda a tomar decisões corretas na questão sentimental.

Há necessidade de OBJETIVIDADE para mantermos um relacionamento de namoro/noivado ou casamento.

OBJETIVIDADE é a habilidade de mentalmente, avaliar as coisas como realmente são, em vez de sermos manipulados pelos nossos sentimentos.

Deus é a única pessoa que pode pensar objetivamente, isto é, Ele decide baseado no ENTENDIMENTO COMPLETO DA SITUAÇÃO. Por isso, Ele é capaz de nos dirigir nesta área. Cabe a nós esperar nEle, para tomarmos decisões corretas no nosso namoro/noivado ou casamento.

A DIFERENÇA ENTRE AMOR E PAIXÃO ROMANTICA

Paixão Romântica é um impulso emocional de amor. É baseada num CONHECIMENTO SUPERFICIAL de uma outra pessoa e não passa pelas provas do tempo e circunstancias.

Amor é a NECESSIDADE emocional de um ATO DA VONTADE que responde a uma avaliação INTELECTUAL da personalidade total da outra pessoa.

A DEFINIÇÃO BÍBLICA DE AMOR – I Coríntios 13.4-7

- O AMOR É PACIENTE – este amor sabe esperar o tempo certo para cada coisa. Custa a ficar zangado irritado ou perder a calma.

- O AMOR É BENIGNO – é muito criativo, demonstra consideração, dedica tempo, é bondoso.

- O AMOR NÃO É CIUMENTO – não é inseguro, nem se aborrece, quando não recebe atenção especial.

- O AMOR NÃO SE UFANA – não procura se vangloriar.

- O AMOR NÃO SE ENSOBERBECE – não procura fama para si mesmo e nem procura orgulhar-se. Não precisa ser bajulado para fazer o que é sua responsabilidade.

- O AMOR NÃO SE CONDUZ INCONVENIENTEMENTE – não é grosseiro, sarcástico ou cínico. É respeitoso e demonstra cortesia.

- O AMOR NÃO PROCURA OS SEUS PRÓPRIOS INTERESSES – é “outro-centralizado”. Não é possessivo, não insiste na sua própria vontade ou direitos.

- O AMOR NÃO SE RESSENTE DO MAL – tem grande capacidade de perdoar alguém que o ofendeu.

- O AMOR NÃ SE ALEGRA COM INJUSTIÇA – não se regozija secretamente quando o outro falha.

- O AMOR REGOZIJA-SE COM A VERDADE – alegra-se muito quando a justiça reina, procura saber a verdade diretamente da outra pessoa.

- O AMOR TUDO SOFRE – é capaz de viver em harmonia com as incoerências e inconstâncias dos outros. Pode entender as fraquezas dos outros.

- O AMOR TUDO CRÊ – está pronto a crer no melhor sobre o outro e não procura razão para colocar sua integridade em dúvida.

- O AMOR TUDO ESPERA – crê que Deus está agindo na vida da outra pessoa. Sempre tem esperança e nunca desanima.

- O AMOR TUDO SUPORTA – não há nada que este amor não possa suportar. É perseverante, não fica desanimado e triste. Pode amar sem ser amado e prevalece contra os obstáculos.