Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
Cadê o sacerdote do lar? – capitulo III | Maçãs de Ouro

Cadê o sacerdote do lar? – capitulo III

DESATIVANDO AS MINAS

 

Já percebemos que estamos em um campo minado e estamos cercados por perigos iminentes, ou seja, que podem explodir a qualquer momento que não esperamos. Entretanto, de antemão, podemos desarticular algumas tramas e armações. Para isso, analisaremos alguns aspectos básicos.

Em Romanos 13. 1 e 2 lemos: “Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação.”

Estamos sujeitos à autoridade em todos os aspectos da nossa vida. No plano macro, existem os governos, patrões, organizações, policias, etc.  No segmento micro, dentro da casa, também estamos submissos à hierarquia, inclusive proposta na Bíblia. Veja Colossenses 3.18 a 21.

No século atual, regras foram quebradas, por subversão das ordens, por falta de interesse e principalmente por inexistência de credibilidade ou “moral” para exercer autoridade. Como pode alguém que não cumpre com as normas, exigir de um outro o cumprimentos das mesmas?

Por esse motivo, muitos pais não conseguem instruir seus filhos no caminho do bem, pois ele mesmo sente dificuldade para tal. Ai se encontra a grande lacuna por onde se esvai o respeito, a admiração e consideração dos filhos pelos pais e desastradamente oferece condições para a desobediência, acompanhada de amarguras e ódio se alastrarem no lar, pois, aquele que deveria ser o exemplo de vida, não o é, fazendo exigências descabidas de autoritarismo, o que só aumenta o desentendimento entre as partes, na maioria das vezes gerando distanciamento encharcado de raiva e rancor e não raras ocasiões culminando até em homicídios.

Vejamos de forma prática, algumas atitudes errôneas dos pais e que podem provocar e irritar os filhos levando-os ao caminho dessas tristes consequências:

- dão ordem, mas não é exemplo para isso.

- disciplina no momento de raiva, tomando atitudes irracionais.

- disciplina sem comunicação, ou seja, o filho não sabe nem o porquê está sendo espancado.

- não existe coerência nas “chamadas de atenção”. Um dia não pode fazer tal coisa, outro dia não tem importância.

- falta de cumprir com as promessas, ou de correção ou de premiação. Perdeu o crédito.

- não admitir que errou. Os pais também podem errar. Os filhos sabem que o pai está errado. É hora de, através de uma boa comunicação, pedir perdão para o filho. Isso não é se rebaixar, isso o leva para enaltecer a justiça e a verdade.

- não encorajar e não elogiar os belos feitos dos filhos traz frustração e desanimo ao jovem levando-o a desvalorização pessoal.

Saber falar é uma arte, mas saber ouvir é uma arte ainda mais suprema. Falar no momento correto com palavras de sabedoria, foi qualificado por Salomão da seguinte forma: “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.” Provérbios 25.11, mas ele ainda faz uma reflexão e diz: “O ouvido que ouve, e o olho que vê, o Senhor os fez a ambos.” Provérbios 20.12.

A boa comunicação funciona em duas vias, o falar e ouvir. De nada adianta utilizar apenas da fala, por melhor que seja sua oratória e por mais belas que sejam as palavras, para que um diálogo que resulte em boa colheita precisamos fazer uso da arte de ouvir. Ouvir como?

Com concentração – não ficar na defensiva, retrucando a toda hora, pelo contrári0, ouvir atentamente o que a outra pessoa, sua esposa ou filho, tem a dizer, talvez seja muito mais importante do que você pensa.

Com compreensão – não é que você seja obrigado a aceitar tudo o que está ouvindo, mas procure compreender a emoção, o sentimento de seu interlocutor, sua esposa ou filho. Mesmo que você esteja certo, há necessidade de entender o que se passa no coração dela ou dele.

Com respeito – o mínimo que uma pessoa merece é o respeito. Se você como líder da família não respeitar o sentimento de seus liderados, não receberá a contrapartida, ou seja, não haverá reciprocidade, ou ainda, os outros não terão o devido respeito pela sua pessoa.

Se observarmos pelo menos esses três itens citados, e também saber escolher o momento certo para conversar, com certeza a qualidade de nossa comunicação deve melhorar sensivelmente, trará bons entendimentos e poderá florescer a amizade entre as partes, o que fará de seu lar um ambiente de alegria e paz.

As diferenças sempre vão existir, mas depende de nós aproveitarmos as divergências de pensamentos para construir um relacionamento sólido, estável e com satisfação.

Para que tudo isso possa ser alcançado, nada melhor iniciar esta fase de DESATIR AS MINAS tirando um tempo para a família.

A correria do dia a dia, as preocupações com suas responsabilidades não devem ocupar todo o seu tempo. Sempre existe a possibilidade de abrir um espaço para um passeio ou diversão com a esposa e os filhos. Isso não é perca de tempo, ao contrário, é um investimento precioso.

Invista em aplicações rentáveis. O dinheiro não pode comprar a felicidade e a estabilidade de um relacionamento familiar. O progresso social e financeiro só serão de proveito se você sabe administrar, colocando-os em seus devidos lugares.

A prioridade em sua vida deve ser exercida na seguinte ordem:

1 – Deus, como Senhor da sua vida. Deuteronômio 6. 5 Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças. 6 E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; 7 e as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te. 8 Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por frontais entre os teus olhos; 9 e as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.

2 – esposa, é ela que Deus colocou para ser sua adjutora, sua companheira para todos os momentos. Genesis 2. 22 e da costela que o senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. 23 Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. 24 Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.

3 – seus filhos, eles são a herança do Senhor. Salmos 127. 3 Eis que os filhos são herança da parte do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão. 4 Como flechas na mão dum homem valente, assim os filhos da mocidade.

4 – trabalho ou emprego, é de onde o Senhor dá o sustento para você. Salmos 128. 2 Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. 3 A tua mulher será como a videira frutífera, no interior da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira, ao redor da tua mesa. 4 Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor.

5 – a igreja ou a comunidade, é onde poderá ter a comunhão com os irmãos na fé. SALMOS 133: 1 Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união! 2 É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desceu sobre a barba, a barba de Arão, que desceu sobre a gola das suas vestes; 3 como o orvalho de Hermom, que desce sobre os montes de Sião; porque ali o Senhor ordenou a bênção, a vida para sempre.

Finalmente, devemos entender que de nada adianta querer mudar situações apenas e unicamente com nossos esforços. A nossa vontade e o nosso desejo de transformação deve estar permeada e porque não dizer, encharcada de Deus para que o sucesso venha acontecer. SALMOS 127:1 Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. 2 Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois ele supre aos seus amados enquanto dormem. 3 Eis que os filhos são herança da parte do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão. 4 Como flechas na mão dum homem valente, assim os filhos da mocidade. 5 Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, quando falarem com os seus inimigos à porta. 

Com as MINAS DESATIVADAS teremos com certeza uma família cheia da GRAÇA DE DEUS.