Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
Cadê o sacerdote do lar? – capitulo I | Maçãs de Ouro

Cadê o sacerdote do lar? – capitulo I

CADÊ O SACERDOTE DO LAR?

I Samuel 2.22 Eli era já muito velho; e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel, e como se deitavam com as mulheres que ministravam à porta da tenda da revelação.
23 E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? pois ouço de todo este povo os vossos malefícios.
24 Não, filhos meus, não é boa fama esta que ouço. Fazeis transgredir o povo do Senhor.
25 Se um homem pecar contra outro, Deus o julgará; mas se um homem pecar contra o Senhor, quem intercederá por ele? Todavia eles não ouviram a voz de seu pai,

I Samuel 1.3b Assistiam ali os sacerdotes do Senhor, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli.

 

 

No Antigo Testamento, a figura do sacerdote era de suma importância, tanto que o principal deles já levava o nome de Sumo Sacerdote e os seguintes também exerciam suas importâncias de acordo com o período de seu trabalho. No texto acima anotado, revela aos nossos olhos um pequeno período de vida do povo de Israel. Justamente aquele quando o líder, juiz e sacerdote Samuel estava em sua fase de estágio no tabernáculo. Seu mestre era o sacerdote Eli, cujos filhos Hofni e Finéias eram seus sacerdotes auxiliares.

Deus não se agradava das atitudes pecaminosas dos filhos de Eli e também não estava nada satisfeito com a forma como Eli educava, conduzia a e administrava seus comandados.

Desde muito cedo, Samuel já começou a ser usado por Deus. A primeira tarefa que recebeu do Senhor foi quando ainda um inocente menino, que apenas tinha sob seu encargo, acender e apagar diariamente as luzes do tabernáculo. O chamado de Deus foi tão inesperado, que, o jovenzinho não tinha noção do que estava acontecendo. Tanto que, ao ouvir a voz de Jeová, ele acorria aos pés de seu professor.

 Samuel 3.1 diz: Entretanto, o menino Samuel servia ao Senhor perante Eli. E a palavra de Senhor era muito rara naqueles dias; as visões não eram frequentes.

Até o próprio sacerdote não estava afeito à fala do Senhor, mas conseguiu entender que Deus queria falar com Samuel. Imagino a agonia que passou Eli aquela noite ao saber de Deus estava falando com o “pupilo” em detrimento ao “chefe”.

Logo pela manhã, chamou Eli a Samuel e perguntou sobre a conversa que teve com Deus.

Incrível a reação desse homem. Líder do tabernáculo e representante do povo perante o Senhor. Sua resposta foi a mais decepcionante possível. I Samuel 3. 18 Samuel, pois, relatou-lhe tudo, e nada lhe encobriu. Então disse Eli: Ele é o Senhor, faça o que bem parecer aos seus olhos.

Não esboçou qualquer reação de arrependimento ou transformação, apenas e tão somente se conformou com a má noticia sobre as consequências da sua falta de coragem em corrigir seus filhos.

É por isso a nossa pergunta hoje, CADÊ O SACERDOTE do seu LAR?

Peço permissão para colocar aqui sobre a mesa algumas questões de analise de como administrar uma família, não apenas no aspecto educação, mas também na via espiritual.

(por favor, gostaria que você analisasse cada uma destas questões, não como você pensa, mas imaginando o que sua esposa e seus filhos pensam de você.)

1 – você tem sido um chefe ou um líder?

R -

2 – você tem sido um pai que demonstra amor, carinho e felicidade?

R -

3 – Sua esposa e filhos lhe obedecem por medo e respeito ou por carinho e amizade?

R –

4 – o seu exemplo, no trabalho, nas festas e na igreja tem sido bom para ser seguido?

R –

5 – Se Deus tivesse que conversar hoje, ele escolheria você ou seu filho?

R –

 

Muitas vezes, somos ótimos profissionais, desempenhamos com muita eficiência nossas tarefas, somos elogiados pelos nossos chefes e lideres, somos respeitados na sociedade e na comunidade religiosa pelos excelentes trabalhos que efetuamos, somos admirados pela qualidade que representamos diante de tudo e todos.

Entretanto, olhando para o exemplo de Eli, o homem que foi reprovado diante de Deus no aspecto família, notamos que deixou a desejar com seus resultados na educação social e religiosa de seus filhos. Foi tão negativo o seu final, que em apenas um dia de sua vida, perdeu seus dois filhos, o inimigo roubou a posse da Arca da Aliança, o supremo símbolo religioso de Israel, diante dessa tragédia, impactado, caiu da cadeira que estava sentado, quebrou o pescoço e morreu. Para selar essa desonra, sua nora, que estava grávida, teve um parto forçado pela angustia das más noticias e na hora da morte, colocou o nome em seu filho de Icabode, ou seja, “foi-se a glória de Israel”.

Não percebemos, ou melhor, não conseguimos perceber em nossos dias consequências tão desastrosas assim, contudo, se começarmos a analisar mais profundamente, chegamos à conclusão de que vários distúrbios que ocorrem em nossa sociedade e talvez até em nossa família, poderiam ser resultados de falhas nas atividades e atitudes daquele que deveria ser O SACERDOTE DO LAR.

Infelizmente, a maioria dos homens não tem qualquer percepção de suas responsabilidades no momento em que procura um relacionamento emocional ou sentimental. Isso é levado de maneira tão negligenciada, que por vezes, alguns desses “cabeças do lar” não conhecem quaisquer das responsabilidades de um “homem de verdade”. Se não sabem nem as obrigações de marido, custa-nos crer que essa pessoa sequer saberá como agir um SACERDOTE, representando sua família diante de Deus.

O sucessor de Eli, naturalmente foi Samuel. Se observarmos a sua atitude como líder do povo de Israel, ficaremos impressionados com todas as funções que ele acumulou. Foi profeta, sacerdote, juiz e comandante militar. Suas saídas para as guerras foram sempre muito bem nos seus resultados. Herdou um povo que estava escravizado pelos filisteus, resultado das falhas de Eli, livrou a nação e entregou para Saul um povo preparado para assumir a condição de reinado. Usou diversas táticas e sempre vitorioso em razão da sua obediência a Deus.

Em nossa casa também estamos constantemente em batalha. Na maioria das vezes não conseguimos ver e até nem perceber que o inimigo nos afronta a toda hora. Para enfrentar tal situação, necessitamos de discernimento do Espirito Santo e de Suas armas. Mais que nunca precisamos das estratégias de Deus para alcançarmos vitórias.

Por falar em estrategista de guerra, ninguém mais indicado para servir de exemplo para nós como Josué, a fim de encarar nossa função como líder. Josué ocupou a vaga deixada por Moisés na tarefa de introduzir o povo de Israel na Terra Prometida. Comandou aquela grande população e conseguiu instalá-la a contento. Ao findar o seu trabalho ele prestou contas de tudo o que fez e ousadamente desafiou seus liderados. Josué 24. 15 Mas, se vos parece mal o servirdes ao Senhor, escolhei hoje a quem haveis de servir; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do Rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.

Gostaria de leva-los a pensar a liderança do lar com a mente de um estrategista. É o que poderemos ver nos próximos capítulos.