Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
SEITAS E HERESIAS – capítulo III | Maçãs de Ouro

SEITAS E HERESIAS – capítulo III

DOUTRINAS

Muitas pessoas, sem o suficiente conhecimento da Bíblia, se tornam presas de idéias particulares de muitas religiões e seitas. Tais idéias, apoiadas em textos isolados da Bíblia,

tem levado os seguidores dessas religiões à interpretações erradas, e à prática de costumes religiosos estranhos e tradições estéreis, longe das doutrinas bíblicas.

 

O QUE É DOUTRINA?

São as verdades fundamentadas nos princípios ensinados por Cristo e são a essência de toda a PALAVRA DE DEUS, como estão na Bíblia e tem uma única finalidade, a salvação do homem e sua entrada no Reino de Deus.

Portanto, as doutrinas da Bíblia são firmadas nas leis universais do Criador, essas leis são a base das doutrinas de Cristo; conseqüentemente, os ensinos dos apóstolos estão firmados nas doutrinas de Cristo. Por exemplo, a divindade de Cristo, Trindade, salvação, inferno, ressurreição, entre outros, são doutrinas totalmente bíblicas. Não podem ser mudadas, nem contestadas.

 

ENSINOS DOUTRINÁRIOS

 

A BÍBLIA

O cristianismo ortodoxo crê e ensina que toda a Bíblia é a PALAVRA DE DEUS, sem falhas no todo e em parte. A Bíblia não é um livro de ciência, arqueologia ou história, mas com perfeição, ela está acima do conhecimento humano.

A Bíblia é inspirada pelo Espírito Santo, o qual trabalhou na mente dos autores, que escreveram o que Deus quis, mas cada um no seu próprio estilo humano e com liberdade para escrever. Não eram de forma alguma, como alguém transcrevendo o ditado, mas expressando-se livremente sob a direção do Espírito Santo, conforme a vontade de Deus. Cerca de duas mil vezes é empregada a expressão “Assim diz o Senhor” pelos escritores do Velho Testamento, indicando definitivamente, que a Bíblia é a PALAVRA DE DEUS, como afirmam  Paulo e Pedro (II Timóteo 3:16, II Pedro 1:21). Jesus diz que a Escritura não muda, e até que o céu e a terra passem toda a lei será cumprida (João 10:35, Mateus 5:18).

 

A TRINDADE

Os cristão crêem que Deus subsiste em três pessoas: Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo. (Mateus 3:16-17, II Corintios 13:13, Mateus 29:19). Cristo é Deus, existiu eternamente com o Pai e nunca muda. É o Filho de Deus nascido da virgem e sem pecado; a negação desta doutrina invalida a Palavra de Deus, a paternidade divina de Jesus e o seu poder eterno para salvar ( João 1:1-2, Hebreus 13:8, Is 7:14).

RESSURREIÇÃO DE CRISTO

A doutrina da ressurreição é a chave mestra das verdades bíblica; negando-as, estaremos negando todas as verdades das escrituras, tornando impossível a salvação. Cristo está vivo e no céu intercedendo pelos salvos e prometeu voltar em Poder e Gloria para arrebatar a Igreja (Mateus 28:8-10, I Corintios 15:4-5, Atos 1:9, I Tessalonicenses 4:16-17).

EXPIAÇÃO VICÁRIA

Os cristãos crêem que Jesus Cristo foi crucificado em nosso lugar, pagando pelos nossos pecados. Este é o princípio bíblico da reconciliação do homem pecador com Deus, mediante a expiação, ou seja, o derramamento do sangue do Cordeiro de Deus (I João 1:7).

JUSTIFICAÇÃO

Os seguidores de Cristo acreditam que a justificação e salvação das pessoas é só por meio da fé, e não pelas obras ou méritos humanos (Efésiois 2:8-9).

O NOVO NASCIMENTO

A Bíblia ensina que todos nascem em pecado, e que para entrar no céu deve-se nascer espiritualmente de novo, no processo de regeneração interior. Isto só é possível pela fé em Cristo e sendo lavado dos pecados pelo seu precioso sangue (Romanos 3:23, João 3:3).

CÉU E INFERNO

O cristianismo ensina que as pessoas após a morte viverão eternamente no céu ou no inferno. Isso dependerá da escolha que a pessoa fizer nesta vida e do julgamento de Deus que será conforme a escolha. O céu é para onde vão os salvos após a morte, continuando a viver depois desta vida. O inferno conforme o ensino bíblico, ainda não é o local definitivo dos mortos ímpios; o local eterno é o lago de fogo e enxofre, criado para o diabo e seus anjos, onde o próprio inferno será lançado ( Apocalipse 20:15)

O CRISTO CRUCIFICADO E QUE VIVE,

É O CENTRO DE TODAS AS DOUTRINAS BÍBLICAS.

 

 

 

Sobre a fé e salvação, tudo que estiver fora deste centro é falsificação doutrinária. Os apóstolos já enfrentavam este problema. Paulo diz em II Corintios 2:17, “Porque nós não somos como muitos falsificadores da Palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus”.

 

Sendo Cristo o centro da Bíblia, a primeira coisa que Satanás faz é negar a natureza divina de Jesus nega ainda a morte na cruz, a ressurreição, a Trindade, o inferno, a volta de Cristo, etc., além de acrescentar ou tirar coisas da Palavra de Deus.

 

 

É absurdo o que alguns líderes religiosos pretendem impor, substituem o Espírito Santo por regulamentos legalistas.

 

 

Cortes de cabelo, modos de vestir, o que comer ou beber, modos de louvar, orar ou adorar Deus, etc., são costumes das diferentes denominações, muitas vezes transformados em leis, mas não são doutrinas bíblicas, porque são temporais e não eternas. Não tem nenhum poder para salvar e levar pessoas ao Reino de Deus.

Dizem os “donos” dessas religiões que tudo isso é “doutrina” baseada na Bíblia. Assim acusam as igrejas que não adotam tais orientações de que elas não tem  doutrina. (Isaias 29:13).

 

 

Ao falar em desonroso uma mulher orar sem véu, Paulo não se referia a desonra diante de Deus, mas diante dos homens, por causa da tradição familiar e social, e costumes daqueles dias. O mesmo Paulo diz para a Igreja em outro texto, que o véu foi tirado através de Cristo. (II Corintios 3:16,)

 

 

Tais usos e costumes estão totalmente fora do plano da graça em Cristo. Não somos salvos pelo que comemos, bebemos ou guardamos; nenhuma bênção divina depende disso. Cristo é decisivo ao dizer: “O que contamina o homem não é o que entra pela boca, mas o que sai da boca isso é o que contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes adultérios, prostituições, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias” Mateus 15:11-20.

 

 

Só o Espírito Santo dá maturidade espiritual ao salvo, tornando-o capaz de descobrir e avaliar por si mesmo, o que serve ou não serve, o que é bom e o que não é bom para

a sua vida cristã. O cristão tem liberdade de escolher e agir, mesmo que às vezes erre.

 

 

Precisamos confiar na obra salvadora e redentora de Cristo e no aperfeiçoamento interior

através do Espírito Santo

 

 

Se Deus fosse atender as idéias particulares de cada religião, teria que dar uma Bíblia diferente a cada uma.