Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
5e – MONTE DAS OLIVEIRAS | Maçãs de Ouro

5e – MONTE DAS OLIVEIRAS

MONTE DAS OLIVEIRAS

Jerusalém, o Domo da Rocha no local do Templo de Salomão

Está a leste de Jerusalém, com comprimento de um quilometro, cerca de cem metros mais alto que o Monte do Templo, ou seja, o ponto mais alto possui 800 metros de altura. A estrada que vinha de Jericó e de Betânia passava por sobre o monte. Neste monte, os judeus buscavam ramos para celebrar a Festa dos Tabernáculos. No domingo anterior à sua condenação, nas redondezas de Betânia, Jesus tomou emprestado um  jumentinho, no qual montado, aproximou-se de Jerusalém e o povo cantava jubiloso. João 12.12  No dia seguinte, as grandes multidões  que  tinham  vindo  à festa, ouvindo dizer que Jesus vinha a Jerusalém, 13  tomaram ramos de palmeiras,  e  saíram-lhe  ao  encontro,  e clamavam: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor! Bendito o  rei de Israel! 14  E achou Jesus um jumentinho e  montou  nele,  conforme  está escrito:

15  Não temas, ó filha de Sião; eis que  vem  teu  Rei,  montado sobre o filho de uma jumenta.

 

Ao chegar à beira do Vale de Cedron, temos uma estupenda VISTA DE JERUSALÉM, exatamente como Jesus a viu e chorou. Lc 19. 41  E quando chegou perto e viu a cidade, chorou sobre ela, 42  dizendo:  Ah!  se  tu conhecesses, ao menos neste dia, o que te poderia trazer a paz! mas  agora  isso  está  encoberto  aos  teus olhos.

Zacarias tem uma profecia sobre a volta do Senhor neste monte. Zacarias 14. 4  Naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que  está  defronte  de  Jerusalém para o oriente; e  o  monte  das Oliveiras será fendido pelo meio, do oriente para o ocidente e haverá um vale muito grande; e metade do monte se removerá para o norte, e a outra metade dele para o sul.

 

Neste monte, também chamado de monte Olival, Jesus foi elevado aos céus. At 1. 9  Tendo ele dito

estas coisas, foi levado para cima,  enquanto eles olhavam, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. 12  Então   voltaram   para  Jerusalém,  do  monte  chamado  Olival, que está perto de Jerusalém, à distância da jornada de  um sábado. 

 

Por que no Monte?

No Monte Jesus chorou vendo o pecado da humanidade, no Monte Ele trouxe profecia, Lc 19. 42  dizendo:  Ah!  se  tu conhecesses, ao menos neste dia, o que te poderia trazer a paz! mas  agora  isso  está  encoberto  aos  teus olhos.

43  Porque  dias  virão  sobre  ti  em  que  os

teus inimigos te cercarão de trincheiras, e te sitiarão, e te apertarão  de  todos  os lados,  44  e te  derribarão, a ti e  aos  teus  filhos que dentro de ti estiverem; e não  deixarão  em  ti  pedra  sobre  pedra,  porque  não conheceste o tempo da tua visitação.  

No Monte houve júbilo e aclamação, no Monte houve ensinamento.

 

 

Entrada ao pé do Monte das Oliveiras

A nossa vida espiritual necessita de um monte, pode não ser um monte no sentido geográfico, mas precisamos  subir para Deus, assim como Abrão subiu para oferecer seu filho Isaque, o que havia de mais precioso em sua vida. Precisamos subir para adorar o Senhor, entregar nossas primícias e prioridades, chorar e esvaziar nossa alma diante de Deus, aprender o Seu querer e colocar em prática Sua vontade para conosco. Deus tem grandes mistérios para nós no monte. Precisamos tão somente ir ao Seu encontro.

 

Monte das oliveiras visto do Vale de Cedron