Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
PRA QUE SERVE UMA ARVORE – capítulo II | Maçãs de Ouro

PRA QUE SERVE UMA ARVORE – capítulo II

PRA QUE SERVE UMA ARVORE?

 

Todos devem ter uma arvore que ficou gravada em sua vida. Na minha ficou u’a mangueira  nos tempos dos meus 7 ou 8 anos. Quando fui um dia ao sitio de meus primos, (como eu gostava de lá!), e brincando com eles de pega-pega nos galhos da árvore, eu pulei em galho seco e fui de costas para o chão. Naquele dia, meu tio teve de preparar urgente a sua carroça e me levar ao medico.

 

Talvez você teve uma historia bem diferente da minha, mas nunca parou para pensar na utilidade que tem uma arvore. Na maioria das vezes ela é útil pelos frutos ou pelas flores, outras são úteis pela sombra.

 

A verdade é que as arvores são importantes marcos na vida humana.

 

Na Bíblia encontramos diversas delas em toda a sua extensão.

 

Vejamos algumas:

Uma das mais conhecidas é aquela do Zaqueu, Lucas 19:2 a 6 “Havia  ali  um  homem  chamado  Zaqueu, o qual era  chefe de publicanos e era rico. Este procurava ver  quem  era  Jesus, e não podia, por causa da multidão, porque era de pequena estatura. E  correndo  adiante, subiu  a  um  sicômoro a fim de vê-lo, porque havia de passar por ali. Quando  Jesus  chegou  àquele   lugar,  olhou  para  cima  e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa; porque importa que eu  fique  hoje em tua casa. Desceu, pois, a toda a pressa, e o recebeu com alegria.”

Ela esteve todo o tempo naquele local, mas naquele dia, a sua utilidade foi especial, serviu para que uma grande transformação acontecesse na vida de alguém.

 

Umas outras menos conhecidas estão em Gn 23:17, que serviram para demarcar o local da sepultura de Sara e posteriormente de Abraão. Assim  o  campo  de  Efrom, que estava em Macpela, em frente de Manre, o campo e a cova que nele estava, e  todo  o  arvoredo  que havia nele, por todos  os  seus  limites  ao  redor,  se  confirmaram”

 

Jesus também se referiu a uma arvore para provar a Natanael a Sua Onisciência. João 1. 48 “Perguntou-lhe Natanael:  Donde  me  conheces?  Respondeu-lhe Jesus: Antes que Felipe te chamasse, eu te vi, quando estavas debaixo da figueira.”

 

Na criação do mundo, Deus mesmo fez questão de plantar duas arvores especiais, do conhecimento do bem e do mal e a arvore da vida. Genesis 2: 17  “mas  da  árvore do conhecimento do bem e do mal,  dessa  não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.”  Genesis 3: 24  “E havendo lançado fora o homem, pôs ao oriente do jardim  do Éden os querubins, e uma espada flamejante que se volvia por todos os lados, para guardar o caminho da árvore da vida.”

 

Em Marcos 11. 12 a 14 vemos um acontecimento dramático de Jesus com uma árvore. “No dia seguinte, depois de saírem de Betânia teve fome, e avistando  de longe  uma  figueira  que  tinha folhas, foi ver se, porventura, acharia  nela alguma coisa;  e  chegando  a  ela, nada achou senão folhas, porque não era tempo de figos. E Jesus, falando, disse à figueira:  Nunca  mais coma alguém fruto de ti. E seus discípulos ouviram isso.”

 

Jesus trouxe um ensino para nós, até com uma certa dureza, de que a arvore que não produz, fruto ou outros produtos, não tem utilidade).

 

Ele nos compara a arvore e assim seremos tratados

 

Quando se refere ao fruto, a lição é bem clara. Quer dizer, que a árvore é reconhecida pelo que produz. Mateus 7:15 a 20 “Guardai-vos dos falsos profetas,  que  vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. Pelos seus frutos  os  conhecereis.  Colhem-se,  porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus. Uma árvore boa não pode dar maus frutos;  nem uma árvore má dar frutos bons.Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada  no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis”

Portanto, não precisamos tentar mostrar o quanto religiosos nós somos, ou a nossa enormidade de fé, ou mesmo se somos muito fiéis com os dízimos e com a igreja.

As pessoas em nossa volta podem reconhecer muito bem, através da convivência ou pelo testemunho de vida e ainda pela maneira como tratamos nossa família e os nossos negócios, que tipo de “arvore” somos.

Os jardineiros gostam de pintar os troncos das árvores de branco para dar um ar de limpeza, mas isso não funciona com a nossa “arvore vida”. Porque, somos reconhecidos pelos frutos que produzimos em nosso lar, trabalho, escola no dia a dia. Por mais que queiramos esconder os frutos “azedos”, não ficaremos oculto por muito tempo. Melhor é mudar o tronco e produzir bons frutos.

 

Gálatas 5.15 a 21 nos dá um tremendo ensinamento sobre a árvore que não produz bons frutos, dando nome a cada um desses frutos e a conseqüência dessa fruteira, caso não venha a mudar de vida. Veja: “Se vós, porém, vos  mordeis  e devorais uns aos outros, vede não vos consumais uns aos outros. Digo, porém: Andai  pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne. Porque a carne  luta  contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para  que  não  façais  o  que quereis. Mas, se  sois  guiados pelo Espírito, não  estais debaixo da lei. Ora, as  obras  da  carne  são  manifestas, as  quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades,  as  contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e  coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes  vos  preveni,  que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.”

 

Assim como para quase todos os males existem remédios, para o caso da árvore que produz maus frutos também a Palavra nos oferece solução, veja o que diz Efésios 5. 1 a 14  “Sede pois imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como  Cristo também vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, como  oferta  e  sacrifício  a  Deus,  em  cheiro suave. Mas a prostituição, e toda sorte de  impureza ou cobiça, nem sequer se nomeie entre vós, como convém a santos, nem baixeza, nem 

conversa  tola,  nem  gracejos indecentes, coisas essas que não convêm; mas antes

ações de graças. Porque bem  sabeis isto:  que  nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no  reino  de  Cristo  e  de Deus. Ninguém  vos  engane  com  palavras  vãs; porque  por  estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto não sejais participantes com eles; pois outrora  éreis  trevas, mas agora  sois luz  no Senhor; andai como filhos da luz (pois  o  fruto  da  luz está em toda a bondade, e justiça e verdade), provando o que é agradável ao Senhor; e não vos associeis  às obras infrutuosas das trevas, antes, porém, condenai-as; porque  as  coisas feitas por eles em oculto, até o dizê-las é vergonhoso. Mas  todas  estas  coisas,  sendo  condenadas, se manifestam pela luz, pois tudo o que se manifesta é luz. Pelo que diz: Desperta, tu  que  dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará”

 

Interessante, que a mudança proposta por Jesus em nossa vida, é algo inusitado, porque, sempre que alguém se propõe a efetuar um enxerto de fruteira, ele escolhe muito bem o broto de um ramo, de boa qualidade, um galho de boa fruta e então coloca em um tronco de fruto azedo. Assim, aquela arvore ruim passa a produzir galhos de boa qualidade e consequentemente a sua produção se torna de bons produtos.

O que Jesus quer fazer da nossa vida esta explicito em Romanos 11. 16 a 22 “Se as primícias são  santas, também a massa o é; e se a raiz é santa, também os ramos o são. E  se  alguns   dos  ramos  foram  quebrados,  e  tu,  sendo zambujeiro, foste enxertado no lugar deles e  feito  participante  da raiz e da seiva da oliveira, não  te  glories  contra  os  ramos; e, se  contra  eles  te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti. Dirás  então:  Os  ramos  foram quebrados, para que eu fosse enxertado. Está bem; pela sua incredulidade foram  quebrados, e tu pela tua fé estás firme. Não te ensoberbeças, mas teme; porque,  se  Deus  não  poupou  os  ramos  naturais, não  te poupará a ti. Considera pois a bondade e a  severidade de  Deus: para  com os que caíram, severidade;  para  contigo,  a  bondade  de  Deus,  se permaneceres nessa bondade; do contrário  também  tu  serás  cortado.”   

 

Apenas para facilitar o entendimento: Nós fazíamos parte da oliveira brava, planta ruim, portanto os ramos ou galhos produziam azeitonas amargosas, que para nada serviam. Jesus é a Oliveira Verdadeira. Ao contrario dos lavradores, Ele quer pegar, nós, os galhos de má produção para nos enxertar nEle. Dá para entender esse processo do contra? Fazendo uma análise natural, não pode dar certo, somente por milagre. Mas a nossa redenção, a salvação é só pela misericórdia de Deus. Não é nosso mérito. Ele quis assim, por isso aconteceu.

Enxertados na Oliveira Verdadeira, passa correr em nossas veias a seiva, a vida do Senhor Jesus Cristo e a velha natureza, agora transformada, passa a produzir as olivas da melhor qualidade, ou o Fruto do Espírito, conforme anuncia Gálatas 5. 22 a 25 “Mas  o  fruto do  Espírito  é:  o  amor, o gozo,  a   paz, a longanimidade, a benignidade, a  bondade, a fidelidade. a mansidão, o domínio  próprio; contra  estas  coisas não há lei. E os que são  de  Cristo  Jesus crucificaram  a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.”

 

Maravilha das maravilhas, não deixemos de produzir os frutos que o Senhor espera encontrar em nós, e lembremos que pelo fruto se conhece a árvore.

 

Afinal, que árvore é você?