Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
1e – MONTE CARMELO | Maçãs de Ouro

1e – MONTE CARMELO

MONTE CARMELO

 

Dali fomos para Haifa, uma cidade moderna, sede da também moderna religião Bahai, oriunda da facção chiita dos muçulmanos, com preceitos e liderança da Nova Era. Possui um terreno amplo próximo ao mar e um belíssimo jardim, que se tornou em ponto turístico de Israel.

 

Jardim Bahai

Mas o que interessa nessa região é o Monte Carmelo, onde Elias mandou o Rei Acabe convocar todo o povo de Israel e os 450 profetas de Baal e 400 profetas de Asera I Reis 18. 20  Então Acabe convocou todos os filhos de Israel, e reuniu  os profetas no monte Carmelo. A localização destes fatos foi ao oriente da cadeia de montanhas de onde se via a cidade de Jesreel e o palácio de Acabe. No lado oposto a este, vê-se o mar Mediterrâneo, para onde Elias mandou o seu moço, para ver se a chuva estava chegando, I Reis 18. 42  Acabe,  pois, subiu para comer e beber; mas Elias  subiu  ao cume  do Carmelo e, inclinando-se por terra, meteu o rosto  entre  os joelhos. 43  E disse ao seu moço: Sobe agora, e olha para a banda do mar. E ele subiu, olhou, e disse: Não há nada. Então disse Elias: Volta lá sete vezes. 44  Sucedeu que, à sétima vez, disse: Eis que se levanta do  mar uma  nuvem, do tamanho da mão dum homem: Então disse Elias:  Sobe,  e dize a Acabe: Aparelha o teu carro, e desce, para que a chuva não  te impeça.

 

Monte Carmelo

Foi ali que desceu fogo do céu sobre o altar de Elias e os profetas de Baal e de Asera foram mortos ao fio da espada no ribeiro de Quison ao pé daquele monte.

Baal e sua mulher Asera eram deuses dos cananeus e fenícios, povos da região de Tiro e Sidon, cidades portuárias do Mediterrâneo, de onde era Jezabel, a mulher perversa do Rei Acabe.

 

Após a destruição dos profetas, Elias orou no cume do Monte Carmelo para que chovesse.  Deus mandou chuva e ele correu milagrosamente a pé  diante da carruagem de Acabe até Jesreel, cidade que se situa no vale do mesmo nome. Esse vale é o maior do país e divide duas regiões, Galiléia e Samaria e é o vale onde se situa Megido ou Armagedon (em hebraico Montanha de Megido) que o Novo Testamento relata como o local onde será realizada a batalha final entre o exército de Jesus e o do Anticristo Apocalipse 16. 14  Pois são espíritos de demônios, que operam sinais; os  uais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os  congregar  para  a batalha do grande dia do Deus Todo-Poderoso. 15  (Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se  veja  a  sua nudez.) 16  E eles os congregaram no lugar  que  em  hebraico  se  chama Armagedon. 

 

Foi também aqui no Monte Carmelo que o profeta Eliseu recebeu a sunamita, quando seu filho morreu com uma forte dor de cabeça. IIReis 4. 25  Partiu, pois,  e  foi  ter com o homem  de  Deus,  ao  monte Carmelo;  e  sucedeu que, vendo-a de longe o homem de Deus,  disse  a Geazi, seu moço: Eis aí a sunamita; 26  corre-lhe ao encontro e pergunta-lhe: Vais bem? Vai bem  teu marido? Vai bem teu filho? Ela respondeu: Vai bem.

 

Por que Elias no Monte Carmelo?

Elias no Monte Carmelo representa a renovação ou reavivamento espiritual, é momento do altar ser reconstruído para que o fogo de Deus desça e venha destruir o emaranhado religioso que ensina a religião, mas os seus deuses estão viajando ou dormindo. Fogo que destrói os (quatrocentos e cinqüenta ou mais)  falsos conceitos de adoração, motivados apenas pelos sentimentos e emoções e passar a adorar a Deus em espírito e em verdade. João 4.23  Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros  adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade;  porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

 

É hora de libertar a nossa alma e clamarmos: ¨Só o Senhor é Deus! Só o Senhor é Deus!”

 

 

Na abobada da igreja as cenas da vida de Elias