Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
ESPINHOS NOS OLHOS – capítulo III | Maçãs de Ouro

ESPINHOS NOS OLHOS – capítulo III

A BENÇÃO OU A MALDIÇÃO

Quando falamos sobre bênçãos, nos sentimos alegres e felizes, pois sabemos que é algo muito bom e nos faz bem!

Bênção significa – Ação de abençoar.

Favor divino.

Palavras e sentimentos de gratidão.

Logo, uma pessoa abençoada é – Que recebeu bênção.

Bendito.

Feliz.

Próspero.

A palavra maldição, por outro lado, ressoa muito mal e ninguém quer recebê-la. Há certo temor até no pronunciar.

Maldição significa – Ato de amaldiçoar.

Desgraça.

Fatalidade.

Logo, uma pessoa amaldiçoada é – Maldito.

Réprobo.

Perverso.

Aborrecido.

 

Podemos ver o termo MALDIÇÃO sendo utilizado pelo povo de Israel na conquista da Terra Prometida, quando os sacerdotes se dividiam e se colocavam nos montes Ebal e Jerizim.  Nessa ocasião eram proferidas as palavras que incutiam na mente da população, dos castigos e prêmios recebidos pelo grau de relacionamento com Deus. Se de obediência, recebiam bênçãos, se de desobediência, recebiam a maldição.

Deuteronômio 27:14-26 “ E os levitas dirão em alta voz a todos os homens de Israel: 

Maldito  o  homem que fizer imagem  esculpida,  ou  fundida, abominação ao Senhor, obra da mão do artífice, e a puser em um  lugar escondido. E todo o povo, respondendo, dirá: Amém. 

Maldito aquele que desprezar a seu pai ou a sua mãe. E  todo o povo dirá: Amém.  Maldito aquele que remover os marcos do seu próximo. E  todo o povo dirá: Amém.  Maldito aquele que fizer que o cego erre do caminho. E  todo o povo dirá: Amém.

Maldito  aquele que perverter o  direito do estrangeiro,  do órfão e da viúva. E todo o povo dirá: Amém,

Maldito  aquele  que  se deitar com a  mulher  de  seu  pai, porquanto levantou a cobertura de seu pai. E todo o povo dirá: Amém.

Maldito aquele que se deitar com algum animal. E todo o povo dirá: Amem.

Maldito aquele que se deitar com sua irmã, filha de seu pai, ou filha de sua mãe. E todo o povo dirá: Amém.

Maldito  aquele que se deitar com sua sogra. E todo  o  povo dirá: Amém.

Maldito aquele que ferir ao seu próximo em oculto. E todo  o povo dirá: Amém.

Maldito  aquele  que  receber peita para  matar  uma  pessoa inocente. E todo o povo dirá: Amém.

Maldito   aquele  que não confirmar as palavras  desta  lei, para as cumprir. E todo o povo dirá: Amém”

.Deus mostrou o que era pecado, o que não devia ser feito. Hoje nós sabemos e conhecemos o que é o pecado, o que  podemos ou não fazer.

A MALDIÇÃO DO PECADO NA VIDA HUMANA

Toda pessoa nasce com a Inclinação para o pecado e o que será o PECADO? É o resultado que herdamos da desobediência de Adão e Eva.

Todo ser humano está condenado à morte física ou a separação do fôlego de vida  do corpo e à morte espiritual que é a separação eterna do homem com Deus, ou seja, a segunda morte.

Todos nós quando nascemos, somos considerados criatura de Deus, pois fomos criados à Sua imagem e semelhança. Genesis 1:26 “E  disse  Deus: Façamos o homem à nossa imagem,  conforme  a nossa semelhança;”

E carregamos uma maldição de nascimento.

Mesmo a pessoa que nasce num lar evangélico, e que é consagrada a Deus, se não se decidir por Cristo (aceitá-Lo como seu Salvador), não está livre dessa maldição e jamais poderá ser salva.

Esta maldição só sai ao entregarmos nossas vidas a Cristo e somos lavados pelo Seu sangue.

Romanos 3:23 diz claramente  “Porque todos  pecaram e destituídos estão da glória de Deus;”, e em  Romanos 1:16 afirma: “Porque  não  me  envergonho  do evangelho, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele  que  crê;  primeiro  do  judeu,  e também do grego”.

Cristo veio para nos resgatar da morte eterna, da maldição do inferno. Efésios  2:8. Porque pela  graça sois  salvos, por  meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus;”

Ele  levou sobre si toda a maldição do pecado.

Isaias profetizou  700 anos antes da vinda de Cristo, mostrando Jesus na Cruz e o seu sofrimento por nós. Isaias 53:4-7 “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito,  ferido de Deus, e oprimido. Mas  ele  foi ferido por causa das nossas  transgressões,  e esmagado  por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz  a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos  nós  andávamos desgarrados como ovelhas, cada  um  se desviava  pelo  seu  caminho;  mas o Senhor  fez  cair  sobre  ele  a iniqüidade de todos nós.  Ele  foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca; como  um cordeiro  que  é  levado ao matadouro, e como a  ovelha  que  é  muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a boca.”

Somente dessa forma podemos ser livres da Maldição.

Cristo se fez maldito por nós, é o que afirna Gálatas 3:13 “Cristo nos  resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que  for  pendurado no madeiro;”

Quando O aceitamos como nosso Salvador, confessamos os pecados e aceitamos Seu sacrifício na cruz, acontece algo maravilhoso no mundo espiritual, restauramos a comunhão com Deus, somos chamados “Filhos de Deus” João 1:12 “Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus;”.

Há então a transformação de vida ou uma Mudança de Rumo I João 1:6 e 9 “Se  dissermos que  temos comunhão  com ele,  e andarmos  nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade; mas, se andarmos  na  luz,  como  ele  na  luz  está,  temos comunhão uns com os  outros, e  o  sangue  de  Jesus  seu  Filho  nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos pecado nenhum, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e  justo  para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

BÊNÇÃO OU MALDIÇÃO FILIAL

No passado, os filhos pagavam pelos erros dos pais. Nações inteiras eram exterminadas. Por exemplo, Josué 7.24 a 8.26 evidencia como Israel perdeu a guerra contra Ai por causa do pecado de Acã, Em conseqüência, até os filhos de Acã pagaram o preço, todos eles foram destruídos.

Vamos conversar um pouco sobre dois tipos de maldições:

Maldição familiar. Em Genesis 12.10 a 20 retrata Abraão que foi se refugiar no Egito por ocasião de um período de fome sobre a terra. Faraó o recebeu muito bem, mas um dia o rei presenciou Abraão fazendo caricias em Sara, que fora declarada como prima e não como esposa. Faraó chamou a atenção de Abraão sobre a sua mentira e se livrou de sérias conseqüências que o seu povo já estava sofrendo por causa do desejo que Sara havia despertado entre os homens do reino.

O resultado dessa maldição familiar se refletiu com idêntico problema em Isaque, conforme narrado em  Genesis  26.1-7.

Maldição Pessoal. Em Genesis 25.27 a 34 nos deparamos com a historia de Jacó, que enganou seu Irmão Esaú e comprou a primogenitura com um prato de lentilhas. Em Genesis 31.6 a seguir, estão registrados os resultados dessa trama, quando Jacó recebeu o castigo de seu patrão e tio Labão a mudança de dez vezes em seu salário.

Um outro episodio que lembramos, acontecido anteriormente, foi o fato registrado em Genesis 27.1. Nessa ocasião ele enganou seu pai que não enxergava e ameaçado teve de fugir. Como resultado dessa maldição pessoal, sem enxergar na escuridão da noite, seu sogro o logrou  entregando-lhe a noiva mais feia e mais tarde, num desentendimento, teve de fugir.

Mas tudo isso acabou sendo modificado pela  MISERICÓRDIA DE DEUS.

Os filhos não pagariam mais pelos erros do Pai e a bênção seria até mil gerações dos que obedecessem a Deus. Deuteronômio 7:9 “Saberás,  pois, que o Senhor teu Deus é que é Deus,  o  Deus fiel, que guarda o pacto e a misericórdia, até mil gerações, aos  que o amam e guardam os seus mandamentos” e essa benção vem  ATRAVÉS DA OBEDIÊNCIA.

Quando obedecemos a Deus, as bênçãos de Deus vêm naturalmente sobre nós. Atraímos sobre nós as bênçãos sem medida e nunca as maldições.  Através da obediência haverá paz com Deus, comunhão e vitórias, muitas vitórias.