Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include(includes/creativeimageslider_widget.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45

Warning: include() [function.include]: Failed opening 'includes/creativeimageslider_widget.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/lambz/public_html/macasdeouro.com/wp-content/plugins/creative-image-slider/creativeimageslider.php on line 45
DEUS NOS ENCHE DE VITÓRIAS – capítulo V | Maçãs de Ouro

DEUS NOS ENCHE DE VITÓRIAS – capítulo V

PROJETO DA VITÓRIA
I REIS 17. 1 Então Elias, o tisbita, que habitava em Gileade, disse a Acabe:
Vive o Senhor, Deus de Israel, em cuja presença estou, que nestes anos não
haverá orvalho nem chuva, senão segundo a minha palavra.
I REIS 18. 19 Agora pois manda reunir-se a mim todo o Israel no monte
Carmelo, como também os quatrocentos e cinqüenta profetas de Baal, e os
quatrocentos profetas de Asera, que comem da mesa de Jezabel.
20 Então Acabe convocou todos os filhos de Israel, e reuniu os profetas no
monte Carmelo.
21 E Elias se chegou a todo o povo, e disse: Até quando coxeareis entre
dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o; mas se Baal, segui-o. O povo,
porém, não lhe respondeu nada.
30 Então Elias disse a todo o povo: chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou
a ele. E Elias reparou o altar do Senhor, que havia sido derrubado.
31 Tomou doze pedras, conforme o número das tribos dos filhos de Jacó, ao
qual viera a palavra do Senhor, dizendo: Israel será o teu nome;
32 e com as pedras edificou o altar em nome do Senhor; depois fez em redor do
altar um rego, em que podiam caber duas medidas de semente.
33 Então armou a lenha, e dividiu o novilho em pedaços, e o pôs sobre a lenha, e
disse: Enchei de água quatro cântaros, e derramai-a sobre o holocausto e sobre a
lenha.
34 Disse ainda: fazei-o segunda vez; e o fizeram segunda vez. De novo disse:
Fazei-o terceira vez; e o fizeram terceira vez.
35 De maneira que a água corria ao redor do altar; e ele encheu de água também
o rego.
36 Sucedeu pois que, sendo já hora de se oferecer o sacrifício da tarde, o
profeta Elias se chegou, e disse: ó Senhor, Deus de Abraão, de Isaque, e de
Israel, seja manifestado hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e
que conforme a tua palavra tenho feito todas estas coisas.
37 Responde-me, ó Senhor, responde-me para que este povo conheça que
tu, ó Senhor, és Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração.
38 Então caiu fogo do Senhor, e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, e o
pó, e ainda lambeu a água que estava no rego.
39 Quando o povo viu isto, prostraram-se todos com o rosto em terra e
disseram: Só o Senhor é Deus! Só o Senhor é Deus!
Qualquer engenheiro ou técnico, ao colocar o seu projeto em funcionamento,
primeiramente procura rever e revisar todos os itens relacionados para que não
corra o risco de, por falha de algum pormenor, todo o projeto de anos de estudo
venha a falhar.
O nosso projeto é alcançar vitórias, e sabemos que Deus nos enche de vitórias.
Entretanto, sabemos também, que alguns itens sem adequado ajuste, pode
ocasionar problemas que nos impedirão de chegar a um final feliz, e embora Deus
tenha a máxima boa vontade, o resultado não será devidamente alcançado. A
culpa obviamente não é dEle, pois como já vimos, seu desejo é de sempre nos
abençoar. Portanto, a revisão de nossas atitudes e vivencia na caminhada ao
objetivo dessa conquista está nas decisões a levarmos avante.
Tiago 5.17 diz que Elias era um homem como nós “Elias era homem sujeito às
mesmas paixões que nós, e orou com fervor para que não chovesse, e por três anos e
seis meses não choveu sobre a terra.”
- Elias passou por um período de grande turbulência em sua vida. Digo
turbulência porque teve de enfrentar não somente o rei Acabe, que já era um
péssimo negócio, mas também a força da oposição de 450 profetas de baal e 400
profetas de asera, que era comandada por uma rainha extremamente perversa,
que além de estrangeira, era partidária da luxuria, da sensualidade e da
depravação. Sendo assim, não temia Jeová, o Deus de Israel e ainda controlava
com “mãos de ferro” os gostos e a vontade de seu rei.
Elias prediz a seca – falta de tudo – Obedecendo as ordens de Jeová, o profeta
Elias se dirige ao rei Acabe para trazer uma péssima noticia. A terra passaria por
um grande período de seca, e com toda a certeza, ocorreria uma grande penúria
para aquela nação.
O porque da seca – pecado de idolatria – Deus não suporta o cheiro do pecado.
Ainda hoje, sua grande tristeza é ver o seu povo envolvido em cultos a santos e
ídolos e em atitudes inadequadas e totalmente fora dos limites por Ele
estabelecidos.
A leviandade de Acabe em casar com a filha do rei de Sidon, adorador do deus
baal, ídolo dos cananitas ou habitantes de Canaã, cultuado conjuntamente com
asera ou astarote, sua consorte feminina, deusa do amor, da fertilidade e da
guerra, que era também chamada Istar pelos babilônios, afrodite pelos gregos e
vênus pelos romanos, ainda hoje, em nossos dias, ela continua sendo adorada,
personalizada nas padroeiras de diversas nações.
Mesmo os adoradores do deus baal continuam remanescentes na atualidade,
encarnados nos seguidores dos três poderes demoníacos chamados de sexo,
poder e dinheiro, dominadores da política, comercio, religião e tantos outros
setores.
São exatamente os que procuram por Jezabel a rainha da luxuria, prostituição e
da falsa riqueza e elevam sua adoração às santas dominadoras dos paises
idolatras, recebendo inclusive a denominação de “rainha dos céus”.
Para lutar contra essa força maligna, Elias, direcionado por Jeová, desafiou esse
exercito da falsa religião e que dominava naquele momento a nação que deveria
ser separada para Deus.
Os erros e pecados então ali cometidos, impedia de Deus abençoar a Sua nação.
Para reverter toda essa situação, algo muito expressivo precisaria acontecer. Algo
que abrisse os olhos do povo envolvido pela concupiscência do rei. Esse algo
deveria ser tão forte como fogo e um fogo que viesse do céu. Muitas vezes, na
vida do crente, acostumado a viver vida acomodada no conforto do mundanismo,
acompanhando as tendências dos colegas pecadores e idolatras de baal e asera,
e conformados com a mornidão dos irmãos de fé e quiçá de sua igreja, que não
consegue mais ter um culto de adoração à altura do Rei dos reis e Senhor dos
Senhores, o Cristo vivo, cultos que acontecem apenas para apresentações de
orquestras, corais, bandas e cantores, apresentações teatrais de coisas banais e
mensagens sem “sal nem açúcar”, massageando o ego do povo e tentando trazer
motivação para a vida terrena, estão necessitando de ver o fogo cair do céu. Fogo
tal qual no dia de pentecostes, quando o movimento foi tão grandioso e
assombroso, que toda a Jerusalém acorreu para ver o que acontecia e naquele
dia se converteram pelo menos três mil pessoas.
Deus está precisando que cada um de nós seja um Elias, para que a nossa nação
de cristianismo morno possa ver o fogo do Espírito Santo operando novamente.
O que é preciso para descer o fogo de Deus sobre sua vida. Principalmente se
você deseja ser um Elias, os exemplos descritos no texto de I Reis nos dá o
direcionamento para a grande vitória!
RESTAURANDO O ALTAR – conserto da sua vida colocando as pedras no lugar
1 – salvação – restaurar sua vida que esta em ruínas. A vida de uma pessoa longe
do Senhor Jesus Cristo, por mais que queira aparentar tranqüilidade e maravilhas,
não passa de um remendo roto ou até um barro no tapete. Essa vida não
consegue ter a verdadeira paz e não tem direção ou não sabe para onde está
sendo levado, sim levado, porque não tem condições de direcionar o seu próprio
viver, mas vive segundo a vontade do mundo ao seu redor. E pior, segundo a
vontade de satanás, o dominador deste mundo perdido e depravado.
Então, o primeiro passo não pode ser diferente. A entrega total de sua vida aos
cuidados do Senhor Jesus Cristo, autor e consumador da fé. Foi ele, o único que
teve a coragem de entregar a sua vida na cruz do Calvário para nos resgatar da
vida de perdição, do lamaçal e da podridão do pecado e suas concupiscências
para nos colocar sobre a rocha. Salmo 40. 2 “Também me tirou duma cova de
destruição, dum charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus
passos”.
2 – santificação – para viver uma vida na presença de Deus, algumas atitudes
devem acontecer em sua vida:
- cavar um rego – rasgar o coração. O coração deve ser quebrantado. Nenhum
orgulho ou soberba deve se manter de pé, pelo contrário, devem ser rasgados
para que o coração esteja em condições da operação poderosa do Espírito de
Deus.
3 – vida moral – Vivemos o período denominado de Pos modernidade (nova era),
onde o conceito principal é o individualismo ou egoísmo. Todos querem ser o
primeiro e todas as honras voltada para elevar a sua personalidade. Isto está
ocorrendo não só com a sociedade de modo geral, mas age dentro das igrejas,
onde os lideres sempre querem uma posição maior que dos outros irmãos e toda
a honra, poder e glória que deveriam ser direcionados ao Senhor Jesus, são
voltados para esses.
- encher da água – o principal remédio para essa situação está em buscar o
enchimento com o Espírito Santo e ser regado, lavado com a água purificadora e
não se canse, deixe-se lavar, se purificar por 1, 2, 3 vezes.
4 – vida eterna – O fogo vai descer. Não tenha nenhuma duvida, o fogo vai descer
e consumir todo a sua oferta, todo o seu holocausto, a sua entrega para que a
vitória seja completa.
Deus nos enche de vitórias. É esse o Seu desejo, a vida sem vitória não tem sabor,
e essa alegria é a alegria que Ele tem preparado para você.
Tenha fé – confiança no agir de Deus. Uma vez mais, quero dizer, Deus nos
enche de vitórias.